sexta-feira, março 20, 2020

Fragmentos de mulher - Ajuntando estilhaços de triste beleza

Tudo o que Lídia Maisha busca é paz. Negra, moradora de uma pequena cidade no interior de Minas, a menina cresce vendo sua inteligência ser desperdiçada e seu futuro ameaçado. Pobreza e exclusão, machismo e outras mazelas perseguem a menina, que no entanto continua a sonhar, mesmo diante de todas as dificuldades.

Assim tem início o romance memorialístico Fragmentos de mulher, de Ana Reis. Com um texto conciso, direto e muito bem equilibrado, a narradora desfia seus percalços, num tom confessional que de primeira conquista o leitor.

Apesar de uma leitura sucinta e ligeira, os leitores inadvertidos não podem pensar que se trata de um texto leve. A prosa de Ana Reis é densa pela crueza da realidade da protagonista, de sua franqueza, de seus questionamentos diante das injustiças de um mundo que insiste em lhe fechar as portas.

Porém, a obra também surge banhada de luminosidade, como anuncia o girassol da capa. Assim, quem se aventurar pelas páginas de Fragmentos de mulher encontrará um texto belo, uma prosa firme e o relato de uma vida que sempre buscou por raios de luz.

Ficha Técnica 

Título: Fragmentos de mulher 
Autora: Ana Reis 
Editora: Mulungu
Páginas: 112

5 comentários:

Unknown disse...

Ana, parabéns pelo seu livro... encantador. Obrigada pela amizade. Bjs

Unknown disse...

Ah que legal poder ler esse lindo livro fragmento de mulher. Amei parabéns a autora Ana Reis que conta sua história através desse livro .

Unknown disse...

Parabéns Ana Reis, por mais esta obra.
Espero a oportunidade de ler.
Abraços
Madu Santos

Unknown disse...

Ana Reis seu livro é maravilhoso. Super indico a outros que leiam.Parabéns amiga.
Abraços
Sandra Helena.

Unknown disse...

Ótimo precisamos de autores com vc Ana e muito lindo e importante o nosso expressar e a forma colocada .Você e linda e parabéns e um previlegio ter vc em minha vida