domingo, janeiro 13, 2013

Agora



Sim, 2013 começou há alguns dias e eu continuei relegando este espaço ao limbo. Chega. Por isso estou de volta. Sei que deveria ter continuado a publicar a narrativa do jovem detentor de uma espada maligna e continuarei, sim. Apesar disso, gostaria de fazer algumas considerações em relação ao ano passado e ao que se inicia.

Em primeiro lugar, posso dizer com total certeza que 2012 foi um ano muito produtivo. Escrevi como nunca fiz antes, mas não somente por isso. Participei do lançamento do livro Entrelinhas II, da Editora Andross, em São Paulo, como já contei aqui e aqui. Enviei um miniconto para o 1º Concurso Sul Info de Minicontos. Além de tudo, tive este espaço para exercitar minha escrita, semana a semana. Resenhei como nunca, relatei e também proseei como nunca também! E apesar de dois meses de silêncio, este também necessário, agora retorno para continuar esse trajeto. 

Durante vários momentos, tive contato com temas complicados para mim, pois originam-se de minha própria lama interior, de minhas mazelas e tristezas. Em geral, essa escrita pode ficar dolorosa e acabar por estancar a fonte criativa. Creio que talvez isso tenha ocorrido quando postei os relatos Arma Quebrada - Parte I e Alma Quebrada - Parte II. Sabemos, contudo, que a terra cultivada também precisa descansar e eu estava certamente cansado.

Depois desse tempo, retorno com vontade de continuar escalando essa muralha que é a autoaceitação com escritor. Lentamente consigo aceitar essa condição, que não é das melhores, apesar da mídia que procura cristalizar a imagem do homem culto, refinado, quase divino e, certamente, impossível. Um símbolo que acaba por inibir tantas pessoas que detêm o sonho de seguir o caminho da pena e do traço.

Bem, como disse, lentamente vou aceitando essa condição. Lentamente assumo essa paixão sempre controversa pelas palavras e narrativas. Como agora, estou aqui e espero sempre estar, com algo para dizer, uma história para guardar.

Um excelente 2013 para todos nós! 

4 comentários:

Dora Delano disse...

Que bom que você voltou! =]

"A vida é uma tragédia em close, mas uma comédia quando vista em tomada aberta" Chaplin

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Nerito!

Quanto tempo!

Feliz 2013!

Beijos!

Fefa Rodrigues disse...

Então, vamos em frente!!!

Simone Teodoro disse...

Finalmente!