sexta-feira, junho 15, 2012

Epopeia Paulistana - Parte II

Sábado amanheceu mais frio, porém menos úmido. Depois de mais um café da manhã generoso, partimos para um destino um pouco mais desafiador: Avenida 23 de Maio. 
Esse é um ponto bem engraçado de nossa jornada. Eu nunca acertava o nome quando pedia aos paulistanos indicações de como alcançá-la. Quando não dizia 25 de maio (aniversário da Ana), era 23 de março (aniversário de uma de minhas irmãs). Não preciso mencionar que cada confusão era um motivo de risadas e chacotas entre Ana e eu. 
Foi um passeio agradável, embora cansativo. Os quarteirões comerciais da 23 de Maio são repletos de lojas com inúmeros produtos importados, como um enorme camelódromo. Apesar disso, os produtos muitas vezes se repetiam. Em um certo trecho, havia tanta gente que as pessoas simplesmente tomavam a rua, sendo impossível que qualquer veículo transitasse por lá. Fiquei lembrando os blocos de carnaval. A música ficava a cargo de um menino que tocava um playback repetitivo, recolhendo donativos dos transeuntes. A afinação do menino, ou a falta dela, tornava a cena dantesca.
Passamos rapidamente pelo Mercado Municipal, o famoso Mercadão, que estava impossível de tão cheio. A hora estava avançada, precisávamos retornar ao hotel para nos aprontarmos, pois havia o grande motivo da viagem, marcado para 15 horas.
Assim como na ida, fizemos o caminho de volta a pé e conseguimos ficar prontos a tempo. No horário marcado, estávamos no China Trade Center para o lançamento do Entrelinhas II.
O evento foi muito bacana. Fiz o credenciamento e logo recebi um crachá com meu nome e dois exemplares do livro. Assim começou o momento que achei mais legal: correr atrás dos autógrafos dos outros autores do Entrelinhas II. 
Conheci muita gente legal, especial mesmo. Autores que estão bem conscientes de sua criação literária, que têm algo a dizer e o fazem com muita propriedade. E não quero perder esse contato. Estar lá, tirar fotos, trocar ideias, tudo isso se constitui no primeiro passo. O caminho é longo e acredito que muitos outras publicações virão.
Enquanto eu escancarava meus dentes de tanta alegria, lá estava a Ana ao meu lado, sempre radiante, resplandecente. Ana é mais que um farol; é uma estrela. Seu brilho me aquece e me enche de força. A presença dela comigo durante essa viagem foi de longe o que tive de mais especial. Poder desfrutar da sua voz, do seu sorriso, do seu olhar que dizia que compartilhava da minha felicidade. 
Depois do lançamento, aproveitamos para comemorar. Queria brindar essa conquista com um bom vinho. Passeando pelas imediações do hotel encontramos a acolhedora Cantina Luna di Capri. Adorei a comida, o atendimento, o ambiente. 
Ao final, tivemos que nos recolher cedo, pois precisaríamos tomar o avião no dia seguinte, às seis da manhã. Ainda assim, a noite já estava completa.
Gostaria de agradecer imensamente os sorrisos, a simpatia e os autógrafos de todos os escritores que estavam no lançamento do Entrelinhas II. Foi um momento mágico que quero ter o privilégio de repetir. Por isso, gostaria de mencionar as pessoas especiais que conheci:

Luiz Brener - http://voznomundo.wordpress.com/
Alessandra Pedroso
Vitor Alderico Mendes - http://wordvitormendes.blogspot.com/ e http://wordvitormendes.tumblr.com/
Aglaé Torres
Bruna Folster e Tiago Carvalho - http://tibrubs.blogspot.com.br/
Gabriel Messias - http://relentandootexto.blogspot.com/
Angela Di Gianni
Janyfer Melo - http://janyfer.blogspot.com.br/
Marcel Talamini
Aline Aimée - http://catandosentidos.blogspot.com/
Pedro Di Gianni
Paula Munhoz
Helena Gomes - http://helenagomes-livros.blogspot.com/
Thais Pampado - http://inkwithcoffee.blogspot.com/
N. Ancalimë - http://anacalime.blogspot.com/
Any Akopian - http://pequenocadernoazul.blogspot.com/

2 comentários:

Dora Delano disse...

Esse mercado ae, é bem interessante. Tem uns queijos maravilhosos.

Que bom que foi uma experiência proveitosa. Tomara que a primeira de muitas.

beijos para Ana também!

Fefa Rodrigues disse...

Parabéns!!;o)