sexta-feira, fevereiro 20, 2015

O Aprendiz - o início de um caminho de sombras

Tom Ward é um rapaz normal no início da adolescência. De forma equilibrada, dispõe de uma certa dose de inocência, ignorância e medo. E esse temor não é infundado. Afinal, Tom vive em um mundo em que ogros, bruxas, aparições e entidades malignas são reais. Um mundo onde a escuridão parece crescer a cada dia.
O rapaz teria uma vida relativamente simples não fosse sua condição de nascimento. Afinal, ele é o sétimo filho e por isso seu pai encontra dificuldades de conseguir para ele um ofício que vá garantir seu sustento. Assim, a única saída para o rapaz é se tornar aprendiz de um Caça-Feitiço.
Nesse mundo repleto de seres malignos, o Caça-Feitiço é responsável por impedir o avanço das trevas, aprisionando ogros, purificando espíritos e sepultando bruxas. É um serviço penoso, solitário e competência acima de qualquer erro. Afinal, um desvio pode ser fatal.
E assim, através da voz de Tom, Joseph Delaney vai apresentando ao leitor um mundo sobretudo sombrio, mas extramente fascinante. O protagonista e narrador é antes de tudo sincero e franco, dando ao texto um tom de confidência. E dessa forma o leitor acaba vestindo a pele de Tom, sendo levado a sentir seus medos, dificuldades e aflições. É através dos olhos dele que somos apresentados ao Caça-Feitiço, um homem grave, ossudo e duro como uma pedra, como se tivesse sido talhado por anos de experiência enfrentando criaturas maléficas. 
Além disso, já de início o leitor é informado de que o ofício de Caça-Feitiço, embora seja bem remunerado, não goza de boa reputação entre as pessoas. Sendo assim, Tom já sabe que terá uma carreira solitária pela frente. E seus problemas já começam quando ele conhece Alice, uma garota de sua idade que tem alguma ligação com bruxas. E curiosamente, a menina tem sapatos de bicos pontudos, tipo de pessoa contra quem o mestre de Tom o advertira.
Percebe-se, assim, que a grande força do livro O Aprendiz está na interação entre os personagens. Eles são marcantes sem descambarem para o caricatural, o que dá um tom de autenticidade ao texto. Outro ponto interessante é a relação que o romance faz com o ato de escrita. Em seu aprendizado, Tom é instruído a manter dois cadernos, sendo um para anotar as aulas recebidas por seu mestre e outro para servir de diário. Desta forma, o romance em si, narrado por Tom, assume um aspecto metalinguístico, o que faz o leitor imaginar se está lendo o caderno mantido como diário ou um outro texto, derivado desse caderno.
Repleto de imagens fortes, numa matiz de cores sombrias e densas, O Aprendiz é um romance excelente para quem procura uma boa aventura com doses de suspense, sem abrir mão de uma reflexão literária.

Ficha Técnica
ISBN: 9788528613155
Ano: 2008 / Páginas: 224
Idioma: português
Editora: Bertrand Brasil

Perfil do livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/1092ED1452

Nenhum comentário: