sexta-feira, dezembro 20, 2013

Nossa literatura em duas oficinas

Quem acompanha o blog há tempos deve ter lido as postagens falando sobre os lançamentos coletivos que participei pela editora Andross. A primeira foi Entrelinhas II, em 2012. Estava ainda engatinhando no universo da publicação impressa e por conta disso cometi muitos erros de principiantes. Todos válidos, acredito. Além disso, essa primeira jornada empreendida foi como um rito de passagem, um importante momento de gestação de minha carreira de escritor. 
Além disso, tive a felicidade de ter um texto selecionado pelo Concurso Nacional Sul Info de Minicontos. Essa foi uma surpresa. Acostumado a enviar textos para concursos, já não criava grandes expectativas de ser selecionado. Contudo, aconteceu e eu pude ver o resultado.
Nos projetos seguintes, consolidados ao longo de 2013, pude participar de outras três publicações: Névoa: contos sobrenaturais, de suspense e de terror, Quimera: contos fantásticos e o mais recente: Mentes Inquietas. Todos estes foram lançados também pela Andross. Conheci muita gente legal, pessoas especiais mesmo. Gente apaixonada pela literatura, que busca se aprimorar a cada palavra escrita e não tem preconceitos. Pessoas com sorrisos francos, leves e com muita energia para escrever.
Realizamos uma incrível sessão de autógrafos do Névoa na biblioteca onde trabalho. Foi uma manhã mágica, quando tive o privilégio de sentar do lado de quatro talentosos autores de Belo Horizonte. Fizemos um bate papo sobre nossos processos de escrita, demos autógrafos, mencionamos nossos "mestres literários". Esse foi mais um grande episódio na minha caminhada literária.
Porém, enquanto os dias passavam, eu me perguntava como poderia contribuir mais ainda com tudo o que recebi. As antologias são formas poderosas de divulgar nossos trabalhos e eu de fato sinto-me muito bem em poder dr essa força aos meus companheiros literários, divulgando seus textos junto com os meus. Assim, como trabalho com mediação literária, decidi oferecer duas oficinas que abordem a leitura de contos das antologias Névoa e Quimera. Aproveito para compartilhar com vocês um pouco dessas oficinas. E convido a todos que são de Belo Horizonte que acompanhem a programação das bibliotecas da Fundação Municipal de Cultura. Quem sabe a gente faz uma oficina junto? ^_^

Oficina Mergulhando na Névoa
Leitura compartilhada de trechos da antologia Névoa: contos sobrenaturais, de suspense e de terror, de organização de Cristiana Gimenez, seguida de bate-papo sobre possiblidades literárias para um roteiro de história de terror. Com Samuel Medina.
Público: juvenil e adulto
Vagas: 20


Oficina Um universo chamado Palavra
Leitura compartilhada de trechos da antologia Quimera: contos fantásticos, de organização de Alex Mir, seguida de bate-papo sobre possibilidades literárias para o roteiro de uma narrativa de fantasia. Com Samuel Medina.
Público: juvenil e adulto
Vagas: 20

O melhor é que cada biblioteca que receber uma dessas oficinas ganhará um exemplar do livro abordado. Assim, os leitores poderão conferir todos os contos dos livros, quando quiserem.

Nenhum comentário: