segunda-feira, julho 22, 2019

Vestígio (Para Pam)

Hoje me dei conta
de como o seu cheiro
É digital
a marcar os meus espaços
Seu cheiro dá contorno
Aos meus instantes.
E faz a sua ausência
mais pungente.
Como mancha de sangue
o seu cheiro não sai fácil.
E nessa mancha
Eu me deito.
Em silêncio aguardo
Que você volte
Para renovar a dor
da sua ausência.

Nenhum comentário: