quarta-feira, julho 24, 2019

Entre dois amores


De repente, tenho que administrar atenção entre dois amores. Enquanto Aurélio ganha carinho, Haku come pelas beiradas, chama a atenção lambendo as costas da minha mão. 

Sei que Haku é a mais independente. Esse carinho que ela me faz é totalmente gratuito. Ela não é de ficar no colo, nem de se enroscar na gente. Normalmente, ela só se aproxima quando outro gato está comigo. Arisca, vive de sobressaltos e escapulidas.

Já Aurélio se coloca como senhor, ocupa todo o espaço, reina em minha barriga e com as patas vai afofando essa almofada humana que sou. O único que se permite tanta proximidade e tão íntima troca de carinhos. 

Com o cuidado de quem cuida do que é seu, ele lambe meu rosto. Sua língua áspera vai me deixando sua marca. 


2 comentários:

Norma de Souza Lopes disse...

Crônicas do cotidiano ♥️

Samuel Medina (Nerito) disse...

A vida tem momentos tão poéticos, né?