domingo, dezembro 28, 2014

Espiral

Jogo fugaz
um absurdo
um pouco de tudo
entrando pelos buracos
findo o tempo de lamentações
só nos resta
o gozo
o fosso
faço de conta
que sou mais forte
cruzo oceanos
desertos inteiros
e me aquieto
sereno
nesse regaço
tão pouco provável
ponto quântico
Elevado
à 13 potência
ninho ou cova
pouco importa
é meu ovo
meu voo
meu vácuo
meu único abrigo
meu lugar
Comum.

Nenhum comentário: