sexta-feira, janeiro 08, 2021

Canção sem palavras - Sobre tudo que é impossível dizer


Há livros que prometem reverberar para sempre em nós. Por vezes nos arrebatando apenas uma vez, por outras nos atraindo para mais uma leitura. Foi o que aconteceu comigo quando terminei de ler Canção sem palavras, de Laura Cohen Rabelo.

Romance de viagem, esse livro conta o périplo de Maria Teresa, Matê, por fronteiras e continentes. A maior parte da narrativa, porém, acontece em Israel. Matê é judia e por isso tem o direito a uma viagem por esse país, financiada pelo programa birthright

A oportunidade dessa viagem torna-se também uma possibilidade de mudança e transformação. Antes de viajar, Matê estava em crise. Violonista de sucesso, ela faz um duo com o namorado, Arie. Tudo parecia estar dando certo para eles até que o rapaz decide romper o relacionamento e desaparecer. Matê se sente traída e abandonada. Para quem tinha tantas certezas, agora tudo parece incerto.

Assim, a moça empreende uma viagem que também representará um mergulho em seu interior, na história de seu povo e de sua própria família. Como todo rito de passagem, essa jornada muda profundamente a jovem, assim como o deserto, que parece sempre o mesmo, está em constante mudança. 

Ainda que escrevesse milhares de palavras, talvez não conseguiria expressar tudo o que esse romance significou para mim. As referências musicais, os elementos geográficos e históricos, a escrita lírica e ao mesmo tempo contida de Laura Cohen Rabelo, esses e outros elementos elevam esse livro à condição de obra-prima. 

A narrativa fala de muito do que não pode ser dito, por mais que as pessoas tentem verbalizar. A relação entre Matê e as pessoas que ela ama, por exemplo, ou mesmo o que o violão significa para ela, ou como toda a jornada que faz vai movendo o seu interior, na certeza de que nada é permanente.

Por fim, ao terminar a leitura, também me senti contaminado por esse sentido que não conseguia definir. Algo que parecia saudade, nostalgia, uma pequena e doce tristeza. No deserto do meu interior, nesse deserto marcado no tempo em que estamos, o deserto chamado pandemia, pude ser impactado pela certeza de que tudo muda, de que tudo vai mudar.


Ficha Técnica

Canção sem palavras

Laura Cohen Rabelo

ISBN-13: 9788594940148

ISBN-10: 8594940149

Ano: 2017 

Páginas: 280

Idioma: português

Editora: Scriptum


Perfil do livro no Skoob: https://www.skoob.com.br/cancao-sem-palavras-745393ed748336.html

5 comentários:

Rodrigo de Freitas Teixeira disse...

Quando li, tive a sensação de ouvir a Laura dizendo: vou te mostrar o que é escrever. Prestenção.

Pam disse...

Foi o primeiro livro que li da Laura e o que me motivou foi seu entusiasmo e o modo como foi tocado pela narrativa. Você lia compartilhando trechos comigo e ainda leu duas vezes. Adorei a resenha, lindo. Adorei o livro. Adoro compartilhar leituras com vc. Obrigada.

Samuel Medina (Nerito Samedi) disse...

Obrigado por estar comigo e permitir que tantas vezes eu partilhe com você minhas leituras. Amo você!

Samuel Medina (Nerito Samedi) disse...

Meu caro, foi isso que eu senti, também. E senti a mesma coisa quando li "História da água".

Pam disse...

Te amo tanto. Que sorte viver um amor com vc e nossas leituras.