terça-feira, novembro 07, 2017

Primeira visita ao Sesi Escola Emília Massanti



No dia 25 de outubro fiz uma visita ao Sesi Escola Emília Massanti, a convite da Kellen Guimarães. Estava um pouco nervoso, já que fazia tempo que eu não falava de meus livros. Logo ao chegar, fui recebido pela Kellen, que me tranquilizou com sua cordialidade e solicitude. Ela me mostrou a escola e depois me levou ao auditório, onde os estudantes, todos adolescentes, davam um show. Uma banda formada pelos próprios alunos se apresentava para os colegas.
Fiquei tenso. Afinal, seria minha vez logo depois dos jovens. Eu e um microfone, nenhuma música ou instrumento para me ajudar. Mas a galera me deixou tranquilo com sua receptividade. Conversei sobre a escrita de “Patos Selvagens” e respondi a diversas perguntas. Em dado momento, veio o desafio: que fizesse uma história na hora. Pedi uma palavra. O rapaz falou: arco-íris. 
Contei de improviso a história de um garoto que descobre o mundo mágico além do arco-íris. Porém, para isso, ele precisava encontrar um modo de alcançar o arco, pois este desaparecia rapidamente, ou se afastava cada vez que o rapaz tentava se aproximar. Usando um espelho e andando para trás, o rapaz consegue alcançar a ponte mágica e o mundo maravilhoso além dela.
Depois desse bate-papo, um dos adolescentes, chamado Patric, pediu para comprar o livro. Fiquei super alegre!
Desci para almoçar, por cortesia do Sesi, e conheci a linda biblioteca, com um acervo de mangás que me deixou impressionado. Conversei com algumas estudantes e com a Kellen sobre os projetos culturais que lá acontecem.
À tarde, voltei ao auditório para falar com estudantes mais jovens e tive uma alegria ao ver o amigo Pierre André. Falei do livro, fazendo uma introdução narrativa. Contei duas histórias, uma do bolinho fujão e a outra das almas penadas. Respondi algumas perguntas e passei a bola pro Pierre, que matou no peito e goleou, com suas histórias divertidas e criativas.
Foi no final, depois das fotos, que um garotinho se aproximou e disse: “Promete que da próxima vez você volta?” Gente, como não voltar? Sempre que me convidarem, farei de tudo para estar lá novamente, junto a pessoas tão receptivas. 
Para toda a equipe do Sesi Emília Massanti e especialmente à Kellen Guimarães meu muito obrigado!

Nenhum comentário: