terça-feira, novembro 25, 2014

E agora, José?




A Bienal acabou. O livro esgotou. A noite esticou e o pé inchou. E agora, José?
Foram dez dias de intenso trabalho. A ideia de participarmos da Bienal nasceu no Segundo Encontro de Jovens Autores e Blogueiros Literários. Não imaginávamos que tabém nascia a Liga de Autores Mineiros.
Durante a reunião, o assunto Bienal do Livro de Minas foi levantado, mas apenas como possibilidade. O colega (e hoje amigo) Ariálisson de Freitas se ofereceu para tomar a frente nos contatos com a empresa organizadora. Seu papel foi crucial para a consolidação nosso projeto.
Seguiu-se então o longo caminho de organização, com reuniões e debates, culminando na semana anterior ao evento, que exigiu muita energia do pessoal. Eu, que estava fora de Belo Horizonte, cheguei na véspera e encontrei tudo pronto. Restava-me agora dar sangue durante os dez dias seguintes.
E foram de fato dez dias bem puxados. Todos trabalhamos bastante, principalmente o Ariálisson e a Thais Lopes. Foi a experiência da Thais que nos garantiu a segurança necessária para as tarefas financeiras.
Contudo, não posso deixar de destacar o talento da Ana Faria que atraiu muitos leitores com seu cosplay, a simpatia de Carla Montebeler, Edna Barbosa, Sterlayni Duarte e Poliana Nogueira, o encanto de Lavínia Rocha e Augusto Alvarenga, a incansável disposição de Antônio Navarro, a tranquilidade de Ledinilson Moreira e Hermes Lourenço. A Thais também conquistou inúmeros leitores com sua irreverência, e jovialidade.
Foram dias incríveis em que fizemos amigos, como o pessoal da editora Poesias Escolhidas, os escritores Leandro Schulai, Rafaela Polanzynk, Gusttavo Majory, Carol Viana, Eduardo Assumpção e muitos outros; criamos laços, estabelecemos parcerias e, principalmente, divulgamos nossa literatura. Foi com extrema satisfação que vi os títulos de muitos colegas serem esgotados. E além disso tive o privilégio de poder conviver com eles.
As conversas que tive com vários escritores, em especial o querido José Carlos Aragão, ainda que descontraídas, certamente garantiram grandes lições para mim. 
Não posso deixar de citar as blogueiras Renata Ávila, Alessandra Santos Reis, Paulina Pimenta e Letícia Pimenta. Obrigado, meninas!
Além disso, vale destacar a importância que nossos familiares tiveram, doando seu tempo e apoio conforme a disponibilidade de cada um. Sua participação foi crucial para o nosso sucesso!
Esses últimos quatro meses muito me ensinaram sobre cooperação e trabalho em equipe. Foi um processo que culminou nesses incríveis dez dias. Contudo, o que mais aprendi nesta incrível jornada é que a Bienal do Livro de Minas 2014 foi apenas o começo.

Pessoal, se eu por distração tiver esquecido de mencionar alguém, por favor, não deixem de me lembrar! ^_^

5 comentários:

José Carlos Aragão disse...

Essa ralação toda não terá sido em vão. Vocês ainda hão de colher muitos frutos disso tudo.
(Que história é essa de "o livro esgotou"? Cê ficou de guardar o meu!)

Portais disse...

É isso ai meu velhinho, suas palavras foram perfeitas.
Vamos em frente, com certeza temos muito pela frente...

Nerito (Samuel Medina) disse...

Amigo Aragão, meu livro não esgotou, fique sossegado! O seu está reservado, certamente!

Lindomar disse...

Samuel, su livro "Patos Selvagens" é lindo. Mistério e lirismo juntos. Parabéns.
Lançarei meu livro dia 13/12. Entre em contato para eu te mandar o convite. Deixei contatos no caderno de registro da liga.

Lindomar da Silva

Nerito (Samuel Medina) disse...

Oi, Lindomar, tudo bem? Vou te mandar um e-mail. Abraço!