quinta-feira, fevereiro 13, 2014

Elevador 16 - Claustrofobia Mortal

Quem acompanha as publicações deste blog, ou conhece meu perfil no Skoob, já sabe que sou um entusiasta do gênero Zumbis. Minha fascinação vem da trilogia do Mestre George Romero, passando pela franquia Resident Evil (acreditem, eu assisto aqueles filmes horríveis apenas por fidelidade à franquia dos games, inclusive li a maioria dos livros de S.D. Perry) e culmina na literatura fantástica focada nesses incansáveis comedores de carne. 
Não posso negar que também sou um entusiasta da literatura brasileira, tanto por ser também escritor, quanto por meu trabalho como formador de leitores em uma biblioteca pública. Não deixaria, portanto, de expressar um duplo interesse quando a literatura brasileira e o gênero Zumbi se encontram.
Por isso, quando conferi no perfil do autor Rodrigo de Oliveira que a novela Elevador 16 estava disponível para downoad gratuito, não hesitei em baixá-lo, já antevendo que passaria boa parte da noite em claro.
Foi isso, de fato, o que ocorreu. Em Elevador 16 somos apresentados à jovem Mariana, que enfrenta um dilema enquanto se encontra em plena crise com o namorado, Raul. Estamos no ano de 2018, às vésperas da passagem do recém-descoberto planeta Absinto, como referência à uma passagem do Apocalipse. Todos estão entusiasmados com esse grande fenômeno astronômico, muitas pessoas se preparam para acompanharem o enorme corpo celeste, que estará em seu ponto mais próximo de nosso planeta.
Mariana dá pouca importância para a atual situação, pois tem coisas mais sérias para se preocupar. E quando ela fica presa em um elevador com outras quinze pessoas, entre elas Raul, Mariana logo percebe que as coisas ficarão mortalmente piores.
Elevador 16 possui uma trama curta, bem equilibrada e com um ritmo muito bom. Como afirmei acima, foi impossível tirar os olhos da tela enquanto não terminei o texto. Há um elemento muito bem pensado pelo autor para nos aproximar da protagonista, desenvolvendo em nós uma forte empatia por ela. Tanto a insensibilidade e o egoísmo do namorado, Raul, quanto a postura resoluta de Mariana criam uma tensão muito bem equilibrada, que será importante para o desfecho da trama.
Com certa dose de suspense e violência, sem exageros num e noutro, Elevador 16 revela-se um ótimo entretenimento para os amantes de histórias de mortos-vivos, nos fazendo acreditar que certamente Rodrigo de Oliveira, como autor desse gênero, muito tem a oferecer.

Ficha Técnica
Editora: Faro Editorial
ISBN: 0
Ano: 2014
Páginas: 70

Página do livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/371385

Um comentário:

Rosa Maria disse...

Nossa! Necessito ler.